UA-66836926-1
09 mar, 2019

The Order da Netflix, vale meu tempo?

Na última quinta (07) a Netflix lançou sua nova série de suspense sobrenatural, The Order. Com 10 episódios de cerca de 50 minutos, o programa conta a história do jovem Jack (Jake Manley de
A Dog’s Journey) que tem um dos seus maiores objetivos alcançados quando misteriosamente – em questão de segundos – vai de recusado a aceito na Belgrave University.

Entrar para BU significa para Jack a possibilidade de ingressar na Ordem Hermética da Rosa Azul, uma sociedade secreta onde seus integrantes tem contato com magia (e poderes que vão além da imaginação de qualquer um!), e assim conhecer e ficar perto de seu pai, Edward Coventry (Max Martini de 13 Hours) – o Grande Magus, basicamente o chefe d’A Ordem – e vingar-se pela morte de sua mãe.

Durante a seleção dos novos membros uma criatura começa a caçar e matar os futuros neófitos. E há também lobisomens rodeando o campus – que na verdade fazem parte de outro grupo secreto, Os Cavaleiros de São Cristóvão.

Logo no primeiro episódio Jack se encanta pela veterana Alyssa (Sarah Grey de Power Rangers (2017)), uma garota extremamente inteligente e que se torna sua tutora quando o calouro ingressa na sociedade secreta.

O que eu achei da série?

É preciso se lembrar que é uma série voltada para o público jovem-adulto, seguindo a linha de Sabrina e de Riverdale, por exemplo, o que significa que a classificação etária (16) se deve ao conteúdo macabro da história.

Um adendo importante é que misturar mitologias não é nem uma novidade, inclusive ter o Sam Trammell no elenco e o que acontece com ele no episódio 3 é um tanto interessante, já que ator interpretou o Sam Merlotte em True Blood. Seu personagem era um metamorfo numa série com vampiros, bruxas, lobisomens e fadas.

Por mais que o protagonista e o vilão sejam homens, atentem-se às mulheres do elenco, especialmente Alyssa e Lilith (Devery Jacobs de Rhymes for Young Ghouls), que pra mim são o ponto alto dos grupos secretos.

Mas e aí, vale? SIM! Bem, a série começa a engrenar lá pelo episódio 4, então não desista. Ainda assim é uma das melhores séries que assisti no ano e com certeza vale a renovação (com um cliffhanger daquele também…), já que tem muita coisa que pode ser explorada naquele universo ainda.

Assista ao trailer da série.

Tags: , ,

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário